O Caldeireiro a matemática e desenho geométrico.



 Muitas são as vezes que o caldeireiro faz uso do desenho geométrico e da matemática, no dia-a-dia como profissional. Daremos aqui uma breve visão sobre os três, o caldeireiro, a geometria e a matemática


O caldeireiro


 A caldeiraria tanto pode ser confecção, manutenção e preparação de peças específicas como também ao local destinado a Manufatura de peças pesadas de metal. Exemplo de peças fabricadas na caldeiraria: quadrado para redondo, o cone, o chapéu chinês e a curva de gomo. 



  O caldeireiro é o profissional que trabalha em caldeiraria e que para exercer sua função, precisa ter noções de cálculos, traçagem, montagem, acabamento de equipamentos, desenho mecânico, metrologia, trigonometria e conhecimento do material usado para a fabricação das referidas peças. Na maioria das vezes o caldeireiro aprende a profissão através de uma aprendizagem informal; no entanto mais recentemente, muitos estão buscando o treinamento formal por meio de escolas como o Senai.(1)


 O caldeireiro pode fabricar, instalar e reparar tanques ou outros grandes recipientes para armazenamento de líquidos ou gases; e reservatórios que são usados ​​para armazenar e processar produtos químicos, óleo, cerveja, e centenas de outros produtos. Caldeiras para aquecimento ou tubulação sob extrema pressão para uso na geração de energia elétrica e para fornecer calor e energia em edifícios, fábricas e navios muitas vezes são construídas por caldeireiros.
  
 Além da instalação e manutenção de caldeiras e outros recipientes, caldeireiros também ajudam no reparo de equipamentos no controle de poluição do ar, altos-fornos, instalações de tratamento de água e chaminés.  O caldeireiro também pode instalar tijolos refratários e outros materiais resistentes ao calor em fornalhas de altos-fornos. Alguns instalar ou manter a tubulação usada ​​em barragens que enviam a água para as turbinas de geração hidrelétrica de energia.(2)


                                         
  




 E para desenvolver estas peças, muitas vezes o caldeireiro faz uso do desenho geométrico e da matemática. Por isso a necessidade de conhecimentos de geometria e trigonometria plana. 




O desenho geométrico 


Por definição, o desenho geométrico é a parte do desenho em que a sua construção é feita na maioria das vezes com o compasso e régua ou uma escala. Naturalmente outros instrumentos também são usados, como por exemplo  transferidor, esquadro e  trena.






Quanto a régua e o compasso podemos dizer...

-Régua ou escala: 

É usada praticamente para fazer retas. No caso das medições, se possível usa-se a trena ou o paquímetro por serem bem mais precisos. 


-Compasso: 

Um bom compasso é de fundamental importância no desenho geométrico pois muitas vezes fará medições e transportes de medidas. O compasso tem duas pontas sendo uma de grafite com apelido bizel ou chanfro e a ponta de metal denominada de ponta seca. Quando usado na indústria para traçar chapas de metal, a ponte de grafite é substituída geralmente por uma de vídia por ser um material muito mais resistente. 

A ponta de grafite ou de vídia é responsável de formar pequenos arcos ou uma circunferência. A ponta seca parada sobre o mesmo ponto, e ao ser rotacionada pela mão faz a de grafite ou de vídia girar, resultando assim em formas circulares.(3)





A trigonometria  

 A Trigonometria é uma parte da Matemática aplicada extensivamente na resolução de problemas de Engenharia e Astronomia, sendo de especial importância nos levantamentos topográficos. 

 Em mecânica, a trigonometria é muita utilizada para determinação de ângulos e medidas de algumas partes cônicas de uma peça qualquer. Para o projetista de máquinas, o ferramenteiro, o controlador de qualidade e o caldeireiro é indispensável o conhecimento de trigonometria.

 Pois as vezes o desenho mecânico especifica apenas a medida maior ou a menor e o comprimento da peça, o profissional deve então, calcular o ângulo de inclinação dessa peça para poder então fabricá-la, o que ele consegue com auxilio da trigonometria.(4)




Relações Trigonométricas do Triângulo Retângulo


Exemplo de um triângulo retângulo.svg 

 

Seno de um ângulo

É dado pela razão entre os lados que formam o outro ângulo agudo, dado pela ordem:


  \mbox{sen } A = {\mbox{cateto oposto} \over \mbox{hipotenusa}}


Cosseno de um ângulo

É dado pela razão entre os lados que formam o próprio ângulo agudo, dado pela ordem:

 \cos A = {\mbox{cateto adjacente} \over \mbox{hipotenusa}}



Tangente de um ângulo

É dado pela razão entre o Seno e o Cosseno de um ângulo, ou entre os catetos, dado pela seguinte ordem:

  \mbox{tg } A = {\mbox{sen } A \over \cos A} = {\mbox{cateto oposto} \over \mbox{cateto adjacente}}  


Cotangente de um ângulo

É dado pela razão entre o Seno e o Cosseno de um ângulo, ou entre os catetos, dado pela seguinte ordem:

  \mbox{cotg } A = {\cos A \over \mbox{sen } A} = {\mbox{cateto adjacente} \over \mbox{cateto oposto}}  


Secante de um ângulo

É dado pelo inverso do cosseno desse ângulo ou entre os lados que formam o próprio ângulo, dado na seguinte ordem:

 \sec A = {1 \over \cos A}   = {\mbox{hipotenusa} \over \mbox{cateto adjacente}}



Cossecante de um ângulo

É dado pelo inverso do seno desse ângulo ou entre os lados que formam o outro ângulo agudo, dado na seguinte ordem: 



\mbox{cossec } A = {1 \over \mbox{sen } A}   = {\mbox{hipotenusa} \over \mbox{cateto oposto}}  



Fonte do texto sobre o triângulo retângulo:

 http://pt.wikipedia.org/wiki/Tri%C3%A2ngulo_ret%C3%A2ngulo






Crédito de citações:

(1) http://caldeirinox.wordpress.com/caldeirarias-funilaria-industrial-usinagem/
(2) http://www.bls.gov/oco/ocos221.htm
(3) http://www.youtube.com/watch?v=Nf6clo_g4D0
(4) Apostila de caldeiraria Senai Sertãozinho.
     http://www.sp.senai.br/sertaozinho/WebForms/default.aspx


Cald'nazza





23 comentários :

  1. Bom dia Jovem tudo bem?
    bom gostaria que você postasse calculo de coifa de 3 peças por favor, mande-me por e-mail
    rl_plasma911@hotmail.com
    grato
    Railan Oliveira

    ResponderExcluir
  2. Oi Jubinha gostaria de saber se vc tem a tabela de pesos para baixar

    ResponderExcluir
  3. Olá ,Boa Noite Nazareno, Goste em Absoluto de Suas Explicações Sobre Caldeiraria e Afins, É Louvável Sua Iniciativa, Embora Tenha Concluído Meu Ensino Médio, Nunca Encontrei Um Professor Que Explicasse a Arte de Suas Matérias, com a Facilidade com que Vossa Senhoria Explica, Trabalho com Tubulação,mas sempre tive Problemas com Hachura, Hoje Porém, Aprendi sem Fazer Força, e Portanto Gostaria de Saber se Vc Tem Cursos Específicos de; Trigonometria, Caldeiraria,Tubulação e Afins, se Tens, Vamos Negociar e Estudar On Line, se Não !!! Lamento, me Sentiria Honrado em Te-lo como Professor.

    Sem Mais jairo-bar1965@hotmail.com

    Aguardo Contato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jairo desculpe a demora em responder.

      É o meu sonho montar um curso online! Mas o tempo é cruel, passa rápido; principalmente quando estamos atarefados. Mas vou continuar trabalhando a ideia do curso pela Net. Estarei sim entrando em contato. Um abraço.

      Excluir
  4. todo caldereiro,precisa destes calculos,trigonometria,geometria,muito bom

    ResponderExcluir
  5. todo caldeireiro precisa destes cálculos,traçados,geometria,trigonometria..

    ResponderExcluir
  6. Boa noite.
    O senhor poderia me informar qual são as solicitações em provas praticas para caldeireiros de nível fundamental?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo visite esta página:

      http://www.caldnazza.com/2012/02/tecnologia-da-caldeiraria-atenew.html#.UtHPc55dWVN

      Um abraço.

      Excluir
  7. Bom dia nazareno!!!
    Gostaria de aprender a fechar a ponta de um cilindro, de maneira que as pontas fiquem boliadas ou conicas ,daquelas que a gente ver o fechamento com varios gomos.
    Desde ja te agradeço...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, seria por acaso a cúpula? Me responda por favor.

      Excluir
    2. N sei ao serto o nome, mas é essas partes de cima de um tanque.
      é bem parecido com um chapeu chines só que em varios gomos.

      Excluir
  8. Isso é cúpula mesmo.
    pode me enviar o traçado?
    Desde ja agradeço
    carlosmoutinho88@gmail.com

    ResponderExcluir
  9. Olá amigos, com respeito a cúpula ou meia esfera tá saindo uma postagem pensada por vocês. Nos próximos dias falaremos sobre vários tipos de cúpula, esférica, elíptica e geodésica. E de quebra chegaremos a esfera, lógico, é só dobrar o desenvolvimento. Fiquem a espreita! Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. Olá Nazareno, eu gostaria de saber um calculo para saber quanto um tubo de determinado diâmetro vai diminuir depois que eu fizer um “S” nele.
    Exemplo:
    Tenho um tubo de 2” com comprimento de 3000mm, e vou dar um “S” nele com 150mm de deslocamento. Quanto ele vai diminuir depois que eu causar esse deslocamento nele com a dobradeira?

    ResponderExcluir
  11. Adriano da Silva


    Dados Pessoais

    Casado 32 anos
    Travessa: Serra do Padre, nº 17.
    Vila Olinda – Diadema - São Paulo
    Tel.: (11) 4071-4737 - (11) 98716-0317

    E-mail: adriano1981_08@hotmail.com

    Objetivo: Soldador

    Escolaridade:
    2º Grau Completo

    Cursos:

    Cetre do Brasil LTDA
    Inspetor de Solda N1(profissional que atua na área de inspeção de soldagem, controle de qualidade de produtos soldados).

    Escola Piping Qualificação Profissional
    Soldador: Mig/Mag, Tig, Eletrodo Revestido e Oxiacetileno

    Experiência Profissional:

    Morganite Brasil LTDA
    Cargo: Meio oficial de Solda
    Período: 05/2003 à 05/2006

    P. Manzini Filho & Cia LTDA
    Cargo: Soldador
    Período: 09/2007 à 04/2013

    Conipost - Poste Metálicos e Acessórios
    Cargo: Soldador montador
    Período: 10/2013 e atual

    ResponderExcluir
  12. olá Sr NAzareno estou começando agora no ramo e gostaria de algumas ajudas desde de já agradeço pela compreensão..
    Carlos Alexandre
    meu e-mail é: carlos.alcatra@gmail.com

    PS: se tiver fómulas para que eu não fique boiando agradeço..
    pois estou com medo de amarelar, rsrsrs na hora do pega pra capá;;
    sem mais..]
    Carlos Alexandre

    ResponderExcluir
  13. Olá bom dia então fica assim, Quando o desenho pede para fabricar um tubo, pelo INTERNO TEM QUE ACRESCENTAR MAIS UMA ESPESSURA DO MATERIAL NÉ ISSO, QUANDO FOR PELO EXTERNO TEM QUE DIMINUIR UMA ESPESSURA DO MATERIAL CERTO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Deyber, é exatamente assim. Depois é só multiplicar pelo PI. Vai sem medo de errar! Um abraço.

      Excluir
  14. Nazareno meus parabéns, nunca vi ninguém q explique com tanta clareza quanto vc explica. Todo este conteúdo é de uma enorme ajuda tanto para profissionais quanto pra estudantes.

    Muito Obrigado
    Forte abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado amigo, sua palavras me incentivam a continuar disseminando conhecimento. Na verdade é mais uma troca de conhecimento. Um abraço.

      Excluir
  15. bom dia meu amigo Fraga , me formei em engenharia mecânica agora em 2016 e ja dou alguns cursinhos de solda , mas o sindicato dos metalurgicos quer que eu administre um de caldeiraria . teria alguma apostila facil de entendimento para os alunos ? OBS uso sua apostila de vez em quando é muito eficiente . Parabens

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo, em envie um Email para naza.fraga@hotmail.com.

      Um abraço.

      Excluir